início
Felix Wagner

Tinha alguém na vizinhança tocando piano e eu tentava imitar aquilo numa velha escaleta. "O menino precisa mesmo é de um piano!" Bom ter uma avó com voz firme!

De lá pra cá toquei (depois escrevi e continuo estudando!) jazz, musica clássica e contemporânea, pop, musica para xilofone, para quinteto de saxofone, sinfonietta, bigband, musica de outras culturas, forró, samba... E sempre jazz, muito jazz! É um campo vasto, praticamente sem limites, e o que meus alunos até hoje me mostram e fazem ouvir é parte desse universo. Aprendo com eles como eles se consultam comigo, numa intercomunicação rica e gratificante. Leciono piano, harmonização e improvisação na Oficina, onde entrei em fevereiro de 2013.